Dependência Química

Início das aulas: Fevereiro de 2018

Duração: 12 Meses

CH Total: 400 Horas

Mensalidade:18 x R$ 450,00

Periodicidade: Aulas quinzenais às sextas-feiras (18h30 às 22h30) e sábados (08h às 18h).

Coordenador(es):

Fazer inscrição

Público Alvo:

Profissionais graduados em Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Psicologia, Serviço Social, Pedagogia, Terapia Ocupacional e Áreas Afins.

Objetivo:

Oferecer formação sobre a temática de Dependência Química a partir de uma abordagem biopsicossocial, de forma que os profissionais interessados possam atuar no enfrentamento do grave problema do uso e abuso e da dependência de substâncias psicoativas, considerando as políticas vigentes.

Justificativa:

A situação da dependência química em nosso país é hoje uma situação problemática, principalmente no que se refere ao uso e abuso de substância psicoativa considerada um problema de saúde pública, um problema social e da comunidade. Assim, tentando organizar o atendimento destes indivíduos acometidos por esta situação como também os que se encontram em situação de risco. Diante do aumento do uso e abuso e da dependência de substâncias psicoativas, é necessária a formação de equipes multiprofissionais que propiciem atenção integral ao indivíduo e seus familiares.

Conteúdo Programático:

MÓDULO: Inicial
- Aspectos antropológicos e históricos: homem e droga;
- Políticas para desenvolvimento de ações na atenção ao uso e abuso de álcool e drogas;
- Legislação atual sobre o uso e abuso de álcool e outras drogas;
- A violência e a relação do uso e abuso de substâncias psicoativas;
- Funções psíquicas e suas alterações.

MÓDULO: Conceitos gerais
- O profissional, o paciente e os aspectos da intersubjetividade na Dependência Química;
- Abordagem sobre as diferentes substâncias psicoativas;
- Teorias do desenvolvimento da personalidade;
- Neurofisiologia e fisiopatologia da Dependência Química;
- Toxicologia;
- Aspectos éticos na atenção ao uso e abuso de substâncias psicoativas;
- Metodologia da Pesquisa Científica I;
- Ação preventiva na atenção primária em diferente faixa etária, com ênfase na criança e no adolescente.

MÓDULO: Intermediário
- Evolução do conceito de Dependência Química;
- Critérios diagnósticos para intoxicação e dependência de substâncias psicoativas;
- A família e a codependência de substância psicoativa;
- Bases conceituais, a clínica da abordagem psicossocial e a rede de atenção psicossocial;
- Metodologia do Ensino Superior;
- Transtornos mentais nos pacientes dependentes de substâncias psicoativas;
- Estudo sobre a prevenção à recaída: fatores de risco e de proteção.

MÓDULO: Final
- Metodologia da Pesquisa Científica II;
- Emergências relacionadas ao uso de drogas;
- Diferentes aspectos relacionados ao tratamento farmacológico da Dependência Química;
- Diferentes aspectos relacionados ao tratamento psicológico da Dependência Química.